A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

30/04/2011

Exibições e Exibicionismos (I)

30/04/2011 + 3 Comentários
OPINIÃO

Um clube desportivo tem vida segundo duas vertentes: uma desportiva (vive de exibições das suas equipas e atletas) e uma social (vive para satisfazer os seus adeptos). Uma convive com a outra. Para uma realização plena. Para um clube se cumprir, há que ganhar e mostrar que se ganha. Há que vencer e conquistar títulos para engrandecer o palmarés e a história de cada emblema. Há que o mostrar para granjear adeptos. O pior que pode acontecer a um clube é conquistar e não se saber. Ainda pior é nada conquistar. E nada conquistar e exibir-se!? Há duas teorias. A da exibição e a do exibicionismo. Uma diz que o importante é vencer (com EXIBIÇÕES) porque isso – para além de tudo o resto, e não é pouco - dá sustentação desportiva e social ao clube. Outra, a do EXIBICIONISMO, advoga que ganhar é importante, mas mesmo assim secundário, por que verdadeiramente importante é mostrar a grandeza, mostrar-se perante os outros. Qualquer delas tem defensores e detractores. Quanto aos defensores está tudo dito. E quanto aos detractores? Os que criticam os CLUBES-EXIBIÇÃO afirmam que ganhar mas não se evidenciar, não ter capacidade mediática, não permite aos clubes crescerem socialmente. Os que criticam os CLUBES-EXIBICIONISTAS estabelecem que estes podem usufruir do mediatismo imediato, mas que vão hipotecar (no futuro) a sua grandeza, por não conseguirem sustenta-la com êxitos desportivos de dimensão semelhante aos do seu passado!

E como vão os nossos objectivos?

Os êxitos da equipa de futebol não têm sido “vistosos”! 

Primeiro perdeu-se a Supertaça no primeiro embate oficial da época (D 0-2, FC Porto, Aveiro, 7 de Agosto de 2010). FALHANÇO!

Depois fomos afastados dos oitavos-de-final da Liga dos Campeões (D 0-3, Hapoel FC, Telavive, 24 de Novembro de 2010). FALHANÇO!

Depois “fomos perdendo” o campeonato com muitas habilidades nas dez jornadas iniciais, mas ficámos sem argumentos, ao perdemos os dois jogos com o FC Porto (D 0-5 e D 1-2, Catedral, 3 de Abril de 2011), ou seja, permitimos que se torne possível, aos andróides, sagrarem-se campeões invictos (1.º objectivo de Abril) . FALHANÇO!

Por último (2.º objectivo de Abril) fomos eliminados, na 2.ª mão das meias-finais da Taça de Portugal {V 2-0 (no Ladrão) e D 1-3 (Catedral), FC Porto, 20 de Abril de 2011}.  FALHANÇO!

Em 23 de Abril de 2011 conseguimos a 3.ª vitória consecutiva na IV Taça da Liga (3.º objectivo de Abril). CUMPRIDO Q. B.

ABRIL 2011

DATA
S
Competições
Adversário
Objectivos
Dia
Semana
Obj
Res
  3
Domingo
C
25.ª Jornada
FC Porto
1.º
D 1-2
  7
Quinta-F.
C
1/4 LE (1.ª mão)
PSV Eindhoven
V
V 4-1
10
Domingo
F
26.ª Jornada
A. Naval 1.º Maio
V
D 1-2
14
Quinta-F.
F
1/4 LE (2.ª mão)
PSV Eindhoven
V
E 2-2
17
Domingo
C
27.ª Jornada
SC Beira-Mar
V
V 2-1
20
Quarta-F.
C
1/2 TP (2.ª mão)
FC Porto
2.º
D 1-3
23
Domingo
N
 Taça Liga (FIN.)
FC Paços Ferreira
3.º
V 2-1
28
Quinta-F.
C
1/2 LE (1.ª mão)
SC Braga
V
V 2-1


MAIO 2011

DATA
S
Competições
Adversário
Objectivos
Dia
Semana
Obj
Res
  1
Domingo
F
28.ª Jornada
SC Olhanense
V

  5
Quinta-F.
F
1/2 LE (1.ª mão)
SC Braga
4.º

  8
Domingo
F
29.ª Jornada
Rio Ave FC
V

11
Quarta-F.


15
Domingo
C
30.ª Jornada
UD Leiria
V

18
Quarta-F.
N
Liga Europa (FINAL)
?




Resta-nos, agora, o 4.º objectivo de Abril (único de Maio): conquistarmos a Liga Europa. Venha ela. Neste momento, no futebol tudo é acessório. 

É isto – para já, eliminar o SC Braga - que deve unir os Benfiquistas. Não podemos, neste início de um decisivo Maio, ir em cantigas.

ANDAMENTO DO FUTEBOL

Escalão
Comp.
Título
Prov.
Poss.
Difí.
Imp.


Honra
ST
FCP
-
-
-
F
CN
FCP
-
-
-
2.º
LC
?
-
-
-
Fase
Grupos
3.º
TP
?
-
-
-
1/2
TL
SLB
-
-
-
-
LE
?
-
1/2
-
-
Juniores
CN
FCP
-
-
-
3.º
Juvenis
CN
?
1.º
-
-
-
Iniciados
CN
?
-
V
-
-
Infantis
CD
?
-
-
V
-
Benjamins
CD
?
-
V
-
-

Depois de amanhã: Andamento nas Modalidades

O pior que pode acontecer à cultura de um clube, é os seus adeptos “transferirem-se” para os adversários dos rivais. Passam a ser cada vez mais do “Outro” (o próximo adversário do rival) e cada vez menos do seu clube.

O que é que os Benfiquistas querem do Benfica?

Alberto Miguéns


Ler Mais ►
Em Defesa do Benfica no seu E-mail