A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

15/04/2016

Em Defesa de Trapattoni

15/04/2016 + 4 Comentários API
JÁ CHEIRA MAL A ESTORIETA QUE FOI TRAPATTONI A LESIONAR COLUNA NA FINAL DE WEMBLEY EM 1963!


No portal de "A Bola" até aproveitaram a falecimento do capitão Maldini para voltar a falar do assunto numa tentativa de contar a mentira o número de vezes que forem necessárias para que passe a ser verdade. Ainda que nunca deixe de ser mentira. Eu fui alertado por um leitor deste blogue e dispus-me a "tratar do assunto" do modo que deve ser tratado. Com documentos!



Não vou voltar a colocar aqui o video dessa final perdida
Chegou quando Maldini faleceu. Custa-me ter que falar acerca de jogos perdidos, quanto mais de títulos e logo do título máximo, naquele que podia ter sido o Tricampeonato Europeu do "Glorioso". Quem quiser ver o video pode conseguir fazê-lo no texto publicado neste blogue em 3 de Abril de 2016 (clicar). As imagens entre o tempo 01.06:44 e 01.06:57 são inequívocas. Foi o n.º 7 Pivatelli que lesionou Coluna. Aliás a Imprensa nos dias seguintes ao jogo fez disso referência.


Pivatelli calcula mal o passe e Coluna, com a categoria que fazia dele um "fora-de-série" apercebe-se, corta a linha de passe e rápido sobre a bola sabe que o sector intermédio central do AC Milan está desequilibrado. Pivatelli tem consciência do tremendo erro que cometeu e só tem uma alternativa pois será impossível desarmar o Benfiquista. Derruba Coluna que seguia como uma "seta" em direcção à baliza contrária

Uma entrada violenta que inviabiliza uma jogada de grande perigo para o AC Milan (falta premeditada) mas que também afasta Coluna, por incapacidade física, do resto do jogo, embora fique em campo devido a não se poder fazer substituições. Acredito que a intenção de Pivatelli não era essa, mas a acção - o modo como só teve interesse em jogar as pernas, pois a bola estava muito mais à frente - acabou ter ter essa consequência. Havia um igual no marcador!

A Bola em 1963 não inventou
O jornalista Alfredo Farinha na crónica falou de Pivatelli.



A mesma edição de "A Bola" reproduz extractos da Imprensa Internacional
Onde é feita a referência: Ao minuto 60, precisamente pouco tempo depois do AC Milan restabelecer o empate a um golo.



Estamos sempre a aprender
Fiquei estupefacto, pois lera esta edição de A Bola nos anos 80, sabia o que o jornal tinha escrito acerca disso e que tinha publicado em destaque a tradução para português da apreciação que o jornal L' Equipe tinha feito do jogo. O que não me lembrava era de quem era a apreciação! Do jornalista J. Ph. Rethacker que é considerado um dos principais impulsionadores da competição em 1954. Se a ideia foi de Gabriel Hanot, quem insistiu nas páginas do jornal francês e quem não deixou que a ideia acabasse "numa gaveta" foi Rethacker e Ryswick com as constantes referências nas páginas do L' Equipe que devia organizar-se uma competição continental para clubes apurando-se o Campeão Europeu anualmente. Que agradável surpresa em assunto desagradável: A mentira para enxovalhar Trapattoni. E que seja Rethacker a pôr "preto-no-branco" que foi Pivatelli!



A Bola devia pedir desculpa a Trapattoni
Por andar a enxovalhar o nome dele quando Trapattoni nada teve a ver com a jogada a não ser estar a jogar pelo AC Milan frente ao Benfica... Aliás quer José Augusto, quer Simões sabem que foi Pivatelli. Já o disseram. Porque estavam lá e viram. Coluna era o único que não podia ter visto quem o atingira, pois tratou-se de uma entrada traiçoeira por trás e Coluna nunca jogou com retrovisores.

O Benfica devia exigir que A Bola se retratasse desta mentira
Pois Trapattoni já representou o Clube. Mas mesmo que não o tivesse feito não deve permitir que se enxovalhe alguém adversário do Clube com mentiras. Devem estar à espera da morte de Trapattoni para depois "lhe pedirem (A Bola) e exigirem (o Benfica) um pedido de desculpas"!



No fundo eu até tenho "pena desta gente"
O Futebol Moderno movimenta milhões de euros. As pessoas ficam tão toldadas com são capazes de tudo. Usam facebuques, tuiteres, instagrames, achetegues, tudo e mais alguma coisa para serem (e terem) protagonismo. Em assuntos banais, são mal educados, inoportunos, labregos, arrivistas, mentecaptos, para se defenderem pessoalmente. Uma espécie de adolescência tardia.

No Benfica! Defender Trapattoni?
Mas que "lucro" é que isso dá!? Antes pelo contrário! Só causa incómodos. Indispor-se com o jornal A Bola!? E depois as notícias que interessam fazer passar da actualidade acerca dos actuais? E a ma$$a e "bolachas" que ficariam por ganhar? Trapattoni? Coluna? 1963? O que é que isso interessa? Dizem mentiras? E depois? O que intere$$a somos nós! O que intere$$a ganhar é agora. E há tantos milhões para abocanhar!

Gente Que Nunca Prestou. Nunca Prestará!

Alberto Miguéns


NOTA1: Se o Benfica até faz um video onde destaca uma equipa que derrotou o..."Glorioso" em 1906! Precisamente no dia em que se estreou, pela equipa principal do "Glorioso", Cosme Damião em 17 de Março de 1906! (clicar) para seguir rumo ao texto deste blogue onde se escreveu acerca desse assunto. Ou seja, nesse video, o Benfica dá mais destaque à equipa que nos derrotou que aos nossos 24 fundadores. Promove-se num video do Benfica a equipa de ingleses do Lisbon Cricket Club que derrotaram, por 1-0, o Sport Lisboa no dia de estreia de Cosme Damião. Uma estreia a perder. E o Benfica 110 anos depois promove essa equipa que nos eliminou de um torneio! Se isto acontece com Cosme Damião, quem é Trapattoni? Quanto vale Trapattoni ao pé de Cosme Damião!? Quase zero! Eh pá! O Benfica nasceu anteontem! Para alguns nasceu mesmo. Pelo menos pensam assim! 1906? 1963? Isso é passado. Muito passado! «Se não fosse eu o Benfica já não existia»!  Ou dito de outra forma. Se não eu não chegasse vindo de lá, em vosso socorro e não tivesse dó da vossa incompetência e desleixo, vocês são tão maus benfiquistas que entregavam a chave do condomínio!

NOTA2: Entretanto fico à espera que dividam a despesa por dois (A Bola e alguns dos inúmeros incompetentes dentro do SLB), pois fizeram-me gastar dinheiro, para já não falar do tempo, para justificar um assunto que conheço há mais de 40 anos. Não necessitava minimamente de digitalizar duas páginas de "A Bola". Chegava-me tê-las lido nos anos 80.



4 comentários
comentários
  1. Obrigado por voltares ao assunto, custa-me ver a forma como tratam esse grande senhor por aqui, esteve cá um ano, ano em que fomos campeões, com uma equipa que eram 3 a 4 elementos e o resto era coração, este senhor merecia mais da nossa parte! Obrigado!

    ResponderEliminar
  2. A bola já foi uma Bíblia, hoje não passa de um pasquim com jornalistas de 3a ligados aos mais variados interesses.
    O jornalismo desportivo é que perde.

    ResponderEliminar
  3. Bolas, é só calinadas! E até pode ser só incompetência, mas infelizmente acho que não é disso que se trata.
    Enfim, adiante.
    Mas permitam-me uma outra perspectiva, triste, muito triste. O que dói mesmo, mas dói a sério é ver pessoas como o nosso Alberto Miguéns - O Historiador Mor do Glorioso do Nosso Coração - dedicado, incansável, inteligente, altamente profissional (embora nas suas poucas horas vagas) e metodologicamente irrepreensível, ser desvalorizado, não por quaisquer pasquins a soldo, mas antes por quem tem a responsabilidade de fazer exactamente o contrário neste NOSSO Benfica.
    Este Senhor Benfiquista merece uma estátua pela sua dedicação de corpo, carteira, alma, consciência e coração, ao serviço do nosso Glorioso Clube.
    Como é independente, pensa pela sua cabeça, estuda, fala verdade e, pasme-se (!!!) não anda no Glorioso do Nosso Coração para se servir, destoa, e acaba por de vez em quando, ser desconsiderado e maltratado por aqueles que utilizam o que não é deles - O BENFICA É NOSSO - para se promoverem sem qualquer obséquio de consciência.
    Caramba, honra lhe seja feita Alberto! A si e à sua família e amigos!
    Você não existe... mas Graças a Deus que existe!
    E termino, sobrepondo-me à sua humildade e modéstia sinceras, lembrando que a sua estátua está a ser erigida já há muito tempo e perdurará enquanto houver Benfica, enquanto houver Benfiquistas, ou não fosse você o baluarte mais seguro da nossa História Gloriosa. Num dia longínquo, a carne cederá e terá o seu epílogo, mas Você, Alberto, Você irá perdurar meu caro.
    Bem-haja!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro,

      Calma!

      1. Qual estátua! Faça-se é uma de homenagem ao Benfiquismo. Os Benfiquistas com o seu amor pelo Clube (Benfiquismo) é que fizeram o Benfica grande. Faça-se uma "estátua" a todos nós! Aos que nos fizeram Benfiquistas e aqueles que nós estamos a fazer!;

      2. É verdade que sou perseguido no Benfica mas encaro isso como os democratas que eram perseguidos pelo Estado Novo. Acaba por ser uma honra. Sei que eles - muitos são de outros clubes, outros estão no clube apenas por interesse material - um dia vão ser corridos do Clube. Como foi o fascismo em 25 de Abril de 1974 corrido de Portugal. Não se preocupe comigo. Temos é que nos preocupar com o Benfica e ter cuidado para não vir, aí no futuro, algo que nas faça andar de cabeça baixa. Eu quero ganhar, mas quero ganhar À Benfica! Não quero ganhar À FC Porto!;

      3. E a perseguição começou quando não deixei alterar a fundação do Clube que foi feita à socapa dos associados. Já falei disso neste blogue. Queriam ficar na história do SLB como os "descobridores" da verdadeira fundação do Clube. Pode ver isso em 30 de Janeiro de 2016:

      http://em-defesa-do-benfica.blogspot.com/2016/01/somos-todos-bons-empregados.html

      Mas eu apenas defendi a tradição, que não havendo documentação nova, devia ser mantida. O presidente da mesa da assembleia geral (Luís Nazaré) aceitou, validou e obrigou a alterar o que quiseram alterar mas nunca informou os associados como devia ter feito. Acobardou-se. É a incompetência dele que fez com que fosse eu a ficar com o ónus de ter abortado aquilo que seria um caso extraordinário. Tinha sido durante a presidência actual, em 2012, que se descobriu a "verdade" do que ocorrera em 1904. Encenações vieiristas! Vieiradas! Disso está o Benfica cheio!;

      4. Gosto como acaba o texto. Essa é de facto a melhor "estátua". O reconhecimento dos Benfiquistas. Dos meus pares. Daqueles que gostam do Benfica e que querem que seja cada vez maior. Daqueles que querem do Benfica um local para pagar pontualmente as quotas - nunca deixando de as pagar e perder o número e um assento no Estádio e Pavilhões para ver o "Manto Sagrado" em acção. Isso é que conta.

      Agradeço a sua consideração. E espero nunca o desiludir.

      Viva o Benfica!

      Alberto Miguéns

      Eliminar

Em Defesa do Benfica no seu E-mail