A criação deste Blogue, ideia de António Melo, tem como objectivo divulgar, defender o Sport Lisboa e Benfica e a sua Gloriosa história. Qualquer opinião aqui expressa vinculará apenas o seu autor, Alberto Miguéns.

SEMANADA: ÚLTIMOS 7 ARTIGOS

26/04/2016

Para lá da Minha Compreensão

26/04/2016 + 3 Comentários
ESTA TEMPORADA ALÉM DA FORMAÇÃO TAMBÉM A EQUIPA B ESTÁ EM DIFICULDADES. 




EQUIPA B
Acredito que seja útil colocar na Equipa B futebolistas jovens com idade júnior pois assim, competindo a um nível mais elevado, podem "crescer mais depressa". Mas como em tudo na vida convém não abusar a dose. Pode ser prejudicial. Foi o que já se adivinhava e que em 2015/16 está a ter consequências que podem ser desastrosas, embora eu ainda acredite que o Benfica possa conseguir a manutenção. Como? Não sei! Mas espero que os responsáveis saibam! A má programação da temporada para a Equipa principal está também a ter efeitos na Segunda Liga. Que seja possível com Nélson Semedo, Guedes, Jovic, até Grimaldo, salvar a vergonha que é ver um plantel do Glorioso Futebol ser despromovido! Em 94 anos, desde que foi criada essa probabilidade, em 1921/22, com duas divisões, no campeonato regional de Lisboa, seria a segunda vez, depois da vergonha de 2001/2002 (da II Divisão B para a III Divisão). Lembro-me logo de Cosme Damião. Para ele nem havia categoria principal e secundárias. Eram todas principais porque deviam jogar para vencer as respectivas competições. Eu sei. Os tempos mudaram!



JUNIORES
Acredito que seja útil colocar os juniores com mais capacidade na Equipa B. E os melhores juvenis nos Juniores. E etecetra. Mas "fará mal" aos jovens "descerem" para meia dúzia de jogos à "sua" categoria nas fases finais? Alguns até são suplentes na "categoria acima"! Ficam traumatizados? Regridem na evolução como futebolistas? É incompatível? Não tem interesse o Benfica aumentar as probabilidades de conquistar os respectivos campeonatos? Não é uma questão de números! Ter "mais títulos" que os outros! É prestígio para o Futebol do Clube! Ser Campeão Nacional! Ter futebolistas campeões nacionais, mesmo na formação! Eu sei. Os tempos mudaram!



De Valdivielso a Ângelo
Recordar os 23 campeonatos de juniores (os 17 em Juvenis e os oito em Iniciados) é viajar na Gloriosa História Benfiquista encontrando os dois melhores treinadores - em termos de palmarés na Formação - da história do futebol português: Janos Biri (anos 40), José Valdivielso (anos 50), o bicampeão europeu Ângelo Martins (anos 60 e 70), Fernando Caiado (anos 80) e Nené (anos 90).

CRONOLOGIA DOS NACIONAIS
FUTEBOL (Formação)
Épocas
Equipas Formação
Juniores
Juvenis
Iniciados
Infantis
38/39
01.SCP
--
--
--
39/40
01.CUF
--
--
--
40/41
--
--
--
--
41/42
01.LSC
--
--
--
42/43
--
--
--
--
43/44
01.SLB
--
--
--
44/45
02.SLB
--
--
--
45/46
02.SCP
--
--
--
46/47
01.CF"B"
--
--
--
47/48
03.SCP
--
--
--
48/49
03.SLB
--
--
--
49/50
01.AAC
--
--
--
50/51
04.SLB
--
--
--
51/52
02.AAC
--
--
--
52/53
01.FCP
--
--
--
53/54
03.AAC
--
--
--
54/55
05.SLB
--
--
--
55/56
04.SCP
--
--
--
56/57
06.SLB
--
--
--
57/58
07.SLB
--
--
--
58/59
08.SLB
--
--
--
59/60
09.SLB
--
--
--
60/61
05.SCP
--
--
--
61/62
10.SLB
--
--
--
62/63
11.SLB
01.SCP
--
--
63/64
02.FCP
01.SLB
--
--
64/65
06.SCP
02.SCP
--
--
65/66
03.FCP
01.FCP
--
--
66/67
--
01.AAC
--
--
67/68
12.SLB
02.SLB
--
--
68/69
04.FCP
03.SLB
--
--
69/70
13.SLB
02.FCP
--
--
70/71
05.FCP
03.FCP
--
--
71/72
14.SLB
04.FCP
--
--
72/73
06.FCP
05.FCP
--
--
73/74
07.SCP
04.SLB
--
--
74/75
15.SLB
05.SLB
01.FCP
--
75/76
16.SLB
03.SCP
01.CFB
--
76/77
01.SCB
06.FCP
02.FCP
--
77/78
17.SLB
01.Lam
03.FCP
--
78/79
07.FCP
07.FCP
01.SLB
--
79/80
08.FCP
08.FCP
04.FCP
--
80/81
09.FCP
01.SCB
05.FCP
--
81/82
10.FCP
09.FCP
02.SLB
--
82/83
08.SCP
06.SLB
01.SCP
--
83/84
11.FCP
04.SCP
02.SCP
--
84/85
18.SLB
10.FCP
03.SLB
--
85/86
12.FCP
11.FCP
06.FCP
--
86/87
13.FCP
05.SCP
03.SCP
--
87/88
19.SLB
12.FCP
01.BFC
01.FCP
88/89
20.SLB
13.FCP
04.SLB
01.SLB
89/90
14.FCP
07.SLB
07.FCP
02.SLB
90/91
01.VGu
08.SLB
02.BFC
01.BFC
91/92
09.SCP
09.SLB
04.SCP
01.SCP
92/93
15.FCP
10.SLB
05.SCP
02.FCP
93/94
16.FCP
06.SCP
06.SCP
02.BFC
94/95
01.BFC
14.FCP
03.BFC
02.SCP
95/96
10.SCP
11.SLB
01.VGu
03.SLB
96/97
02.BFC
12.SLB
08.FCP
03.SCP
97/98
17.FCP
15.FCP
09.FCP
--
98/99
03.BFC
07.SCP
--
--
99/00
21.SLB
01.BFC
10.FCP
--
00/01
18.FCP
13.SLB
--
--
01/02
01.Alv
16.FCP
11.FCP
--
02/03
04.BFC
17.FCP
07.SCP
--
03/04
22.SLB
08.SCP
08.SCP
--
04/05
11.SCP
09.SCP
12.FCP
--
05/06
12.SCP
10.SCP
09.SCP
--
06/07
19.FCP
11.SCP
13.FCP
--
07/08
13.SCP
14.SLB
10.SCP
--
08/09
14.SCP
18.FCP
05.SLB
--
09/10
15.SCP
19.FCP
06.SLB
--
10/11
20.FCP
15.SLB
14.FCP
--
11/12
16.SCP
20.FCP
07.SLB
--
12/13
23.SLB
16.SLB
11.SCP
--
13/14
02.SCB
01.VGu
08.SLB
--
14/15
21.FCP
17.SLB
12.SCP
--
15/16




SLB
23
17
  8
3
FCP
21
20
14
2
SCP
16
11
12
3
BFC
  4
  1
  3
2
AAC
  3
  1
-
-
SCB
  2
  1
-
-
VSC
  1
  1
  1
-
CF"B"
  1
-
  1
-
CUF
  1
-
-
-
LSC
  1
-
-
-
FCA
  1
-
-
-
C.Lam
  -
 1
-
-

74
53
39
10

Não percebo nem quero perceber!

Alberto Miguéns



NOTA: Ontem - 25 de Abril de 2016 - encontrei esta preciosidade na internet. Há anos que digo que este foi o dia em que acabou o 25 de Abril de 1974. Sabia que tinha sido pouco depois do 1.º de Maio de 1974. Ontem fiquei a saber o dia. Foi logo em... 6 de Maio. Uma segunda-feira. O Ideal de Abril, em Portugal, durou 15 dias! Depois deste espectáculo muitos dos que nele participaram, passado um ano, no Verão de 1975, nem se podiam ver. Até se odiavam! Para mim, em 1975 e anos seguintes considerava este "Encontro" o fim do 25 de Abril. O I Encontro Livre da Canção Popular, último "Encontro" de cantautores, primeiro "Desencontro"! Logo em 6 de Maio! Que País! Também teve outro significado. Foi a primeira vez que passei a noite na cidade do Porto. E fiquei por lá umas duas semanas. Tinha 13 anos! Não ligava os dois acontecimentos em dias simultâneos. Agora sei que fui de véspera de comboio, sozinho, de manhã, para o Porto. À tarde queria ouvir o relato do Benfica, que jogava em Olhão. Fiquei impressionado. Não precisei de ouvir o relato. O povo do Porto andava de radio (então chamado transístor) a pilhas a ouvir o relato. E gritavam os golos. Gritaram sete vezes. O Benfica venceu, por 7-1, o SC Olhanense. O povo do Porto era vermelho! Nada de anormal. Era como em Lisboa, na Figueira da Foz (onde tinha vivido até aos seis anos) e na minha aldeia, Montalvão! No Palácio de Cristal continuou, no dia seguinte, o vermelho! Que se estilhaçou em várias tonalidades, em menos de um ano! O 25 de Abril durou 15 dias! Em Portugal! Muito pouco! Um País que se não existisse alguém tinha de o inventar!

RECORDAR O PREC. Como podia um miúdo de 13 anos não estar na Escola? Mistérios do pós-25 de Abril. Num Plenário de Estudantes de Lisboa, realizado no Liceu Pedro Nunes, foi decidido que os alunos que tivessem em cada disciplina 29 valores (nos três períodos escolares, média de 9,7 arredondada para 10) "passavam" de ano! E se já tivessem 29 - 14 + 15, por exemplo - nos dois períodos (Natal e Páscoa, que em 1974 foi em 14 de Abril) não necessitavam de frequentar, nessas disciplinas, o 3.º período. Como tinha pelo menos 29 valores em todas as disciplinas... dediquei-me à política! Foi um "fartote"! No Porto até "conheci" um tal José Pacheco Pereira! Que ainda não era, evidentemente, conhecido! E pertencia a uma tal OCMLP! Acho eu! Que havia quase um partido ou organização política por pessoa! Alguns anos depois destacou-se no PSD! Que em 1974 era... PPD! As voltas que o Mundo Português dá/deu!

OUTRA NOTA PARA QUEM PERCEBE (OU GOSTA) DE NOTAS...MUSICAIS: Adriano Correia de Oliveira foi Voleibolista no Benfica quando viveu em Lisboa. Ele que era natural do Porto (2 de Abril de 1942) com vivência em Avintes, onde faleceu, em 16 de Outubro de 1982, aos... 40 anos. O nosso Adriano, ao qual, este blogue está a dever o devido destaque. Um dia chegará! Entretanto para que nunca se esqueça (clicar). Um anti-fascista assumido antes de 1974 optou por representar o Clube do Regime. Escolheu logo o Benfica! Como é que com tantos exemplos destes ainda há quem vá nesta "cantiga"!


Extracto da página 48 do Relatório e Contas; Parecer do Conselho Fiscal; Sport Lisboa e Benfica; 1969

3 comentários Blogger
comentários Facebook
  1. Não posso nem quero acreditar que o GLORIOSO B ande naquelas aflições. Descer de divisão não está no nosso ADN.

    ResponderEliminar
  2. Soberbo, uma vez mais, caro Glorioso Alberto Miguéns.
    Subscrevo ipsis verbis.
    O processo de aceleramento em curso só podia dar neste resultado.
    Já o ano passado entregámos, por desistência o título de Juniores, este ano parecia que íamos no mesmo caminho. E a equipa B... nem sei que diga.
    Julgo que vivemos muito na ideia da grande formação que temos. E TEMOS. Mas não dá para tudo. A equipa B já há muito que está em dificuldades e nada se fez. Pior, ainda saíram o Vitor Andrade e o João Teixeira. Os Juniores foram promovidos à pressão.
    Agora corremos sérios riscos de descer e de perder o título de juniores.
    Espero que impere o bom senso e se tente tudo por tudo para manter a B e alcançar o título nos Juniores.
    Augusto

    ResponderEliminar
  3. «Mas como em tudo na vida convém não abusar a dose. Pode ser prejudicial.» é tão isto que está a acontecer. Contudo, acredito que quem está à frente do projecto de formação encarnada sabe o que está a acontecer e que no final da temporada medidas de melhoria serão debatidas e implementadas.

    Houve aqui um efeito de sucção da equipa principal que não se estava totalmente à espera. Por exemplo, Renato Sanches e Gonçalo Guedes em condições normais teriam feito esta temporada na equipa B. Como João Teixeira e Vítor Andrade não se apresentaram a bom nível, isto depois de se ter visto que Pizzi no meio-campo não renderia tão bem, que Carcela teve uma lesão e Taarabt não estava em condições para jogar. Por sua vez, a descida de JT e VA à equipa B não produziu os efeitos necessários. Ambos os jogadores também estavam desanimados. Com necessidade de ter opções, a equipa B pelo mesmo método de sucção foi buscar mais miúdos à equipa de júniores que por sua vez ficou desfalcada sem os seus melhores jogadores. Ou seja, o ponto de equilíbrio foi totalmente mudado e neste momento, trabalha-se nestas condições.

    Espero que no final da temporada todos eles se reúnam à mesa para evitarem este tipos de situações e estarem todos eles mais integrados nas reais ideias e necessidades de uns e de outros. Quanto a nós temos de ser um pouco mais compreensíveis, pois entre a teoria e a prática às vezes vai uma grande diferença e esta articulação entre várias equipas e responsáveis nunca é uma coisa tão linear e fácil como à primeira vista possa aparentar.

    De qualquer maneira, o Benfica deveria tentar passar uma mensagem de que estão atentos e que vão rectificar esta situação, até para acalmar um pouco a opinião pública.

    No curto prazo é fundamental que a equipa B mantenha-se na 2ª Liga. Nem que para isso seja necessário colocar o Luisão a comandar aquela defesa (até seria bom para ele ganhar minutos de jogo), e outros da equipa A (Semedo, Lisandro, Grimaldo, Sílvio, Taarabt,...). Da mesma forma o excesso de júniores poderão regressar ao seu escalão e ajudar essa equipa a ter melhor performance no que resta das suas competições.

    ResponderEliminar